Quousque tandem abutere patientia nostra, seu Luiz?

Quando se passa dos cinqüenta anos, a vivência nos leva a refletir sempre mais e falar cada vez menos. E o pouco que falar, fazê-lo com sabedoria, que é o mínimo.
É o tempo da razão e da maturidade. Os valores e a compreensão do mundo e da vida vão mudando. A ânsia por resultados imediatos cede espaço para a paciência, e a tolerância substitui a exigência. Os pré-julgamentos vão desaparecendo diante da cautela. Os grandes conflitos se moldam na pequenez de suas dimensões, ao mesmo tempo em que os devaneios de ira não superam mais os períodos de paz.
Resultado de imagem para lula 2004
A vida realmente é muito simples; nós é que a complicamos. No Brasil, a maturidade, ao que parece, não chegou a certos setores do Governo Federal. Basta ver o noticiário para sentir quanta imaturidade, quanta mediocridade, quanta intolerância, Quanta arrogância. Quousque tandem abutere, seu Luiz, patientia nostra? Até quando nossa paciência suportará, seu Luiz lula?
COMENTÁRIO – 16.08.04

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s