O errado é que está certo


Na vida, ou na vida do brasileiro em particular, o certo está errado e o errado é que está certo.
Vejamos o pau que nasce direito. Vira esteio de casa. Passa a vida toda sustentando um telhado qualquer, sem descansar um minuto. Só deixa de trabalhar quando, roído pelo tempo, pelo cupim, pela podridão ou incêndio. Se abate e não serve para mais nada, a não ser para uma chamazinha de fogão.
pau Sem título
Já o pau que nasce torto, não. Tem lugar de destaque. Que nem gente torta. Fica à solta. Assalta, mata, corrompe, é corrompida, invade, trafica, rouba, estupra, engana, mente, trai, vira minoria protegida; chafurda em dinheiro público; invade terras e arma trapaças. Mesmo torta, tem direito a tudo.
Os certos sustentam, pagam as contas, um mundo sem fim de impostos, a torto e a direito, para sustentar os tortos. Tortos, mas todos lá, às gargalhadas dos esteios, os certos.
Estou certo ou estou errado? COMENTÁRIO – 28.09.04

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s