O milagre da multiplicação de temer – Ou Luís XVI e Maria Antonieta com cartões de crédito ilimitados

Publicado por BlogdoJua em 15/11/2016 – 09.46h

Nem mesmo a coleção milionária de aposentadorias precoces é capaz de explicar – e pagar – pela opulência, luxo, mansões, viagens, pelo exibicionismo, pelo batalhão de serviçais que cercam o traidor, pela gastança desenfreada de sua bela e recatada, mas nem tanto do lar Marcela. Aliás, muito mais dolar do que do lar

Um sujeito que jamais produziu nada, sua existência sempre foi no submundo da politiquinha republicana da republiqueta, tem vida de marajá e uma esposa que, muito além de recatada, é extremamente perdulária, vaidosa, doidivana. Manirrota com pose de santinha.

Bela, perdulária, mimada

Bela, recatada, do lar, perdulária, mimada e que inclui a família na gastança – inclusive pública

https://depatavium.files.wordpress.com/2018/12/b476a-antonieta2BSem2Bt25C325ADtulo.png
Jornal suíço: Maria Antonieta e Luiz XVI. Perdulários na miséria
O ‘jornalismo’ brasileiro mantém se surdo, cego e, principalmente, mudo para a realidade. Os trocados que recebe – do nosso – são suficientes para manter-se distante, omisso, covarde. Afinal, cartão de crédito corporativo, sem ter que prestar contas, serve para muitas coisas. Inclusive mordaça para corruptos privados.

Desde de maio, jornais europeus fazem a festa dos horrores expondo o lado mais oculto e sombrio do traidor michel temer. No Brasil, todos se esconderam. O único a dar um pequeno lembrete foi a Folha de São Paulo. Mesmo assim, de maneira torpe, covarde, hipócrita. 

Irmã pelada na revista. Abafa o caso

O jornal paulista, no lugar de dar o destaque ou investigar as denúncias, ocupou-se em culpar as reportagens por divulgar informações sem identificar as fontes. Meu Deus!!! É o recurso mais comum no Brasil. 11 em cada 10 “reportagens” em nossas plagas são assim. Quando não de “especialistas” anônimos…

Outra preocupação da Folha foi a notícia de que Fernanda Tedeschi, irmã da Primeira-Dama, posou nua para a revista Playboy. “Misteriosamente as fotos foram vazadas na internet”. Em defesa do traidor, a Folha bate o pé e diz que isso é um absurdo. “A irmã de Marcela apenas assinou contrato com a revista, mas desistiu depois…”… Em resumo, o jornalismozinho ateve-se a miudezas para fugir da realidade e ganhar algum por fora.

Para um APOSENTADO que nunca produziu nada, respeitável patrimônio

Por suas declarações à Justiça Eleitoral nas eleições de 2010 e de 2014, como vice do Partido dos Trabalhadores, temer fermentou seu patrimônio em 150%.

Em 2010 declarou patrimônio de R$ 6 milhões ao TSE. Nas eleições de 2014, isso pulou para R$ 7,5 milhões. O crescimento patrimonial foi de 25%. Quatro anos antes, ele possuía cerca de R$ 1,475 milhão entre depósitos em poupança e aplicações de renda fixa (CDB, RDB e outros), que saltaram milagrosamente para R$ 3,7 milhões. Isso, claro, para cumprir as formalidades. Obviamente, não refletem os valores reais, sobretudo de imóveis. E, também, claro, fora os por fora. Bem lá fora… Aumento de 150%, sem ter que esperar por 20 anos, como os pobres mortais pobres.

Mansão com batalhão de serviçais e casa para a sogra

A mansão de temer fica no bairro Alto dos Pinheiros, a região mais cara da capital paulista. Está avaliada em quase 10 milhões de reais. Para quem está aposentado desde os 55 anos, mesmo com salário de 45 mil reais, é um tremendo milagre.

Mas isso é o de menos. A manutenção, o batalhão de serviçais, o “patrimônio” de Michelzinho, o felizardo filhinho do papai, a lista de imóveis. Extraordinário!

Enquanto um batalhão cuida do Michelzinho, quatro camareiras cuidam para que as roupas estejam sempre limpinhas e passadinhas. QUATRO! – Quatro camareiras para uma família de três pessoas. 

Não acaba. Tem cozinheiras. Tem seguranças. Tem tudo isso e muito mais.

Mas… Marcela não gosta de ficar longe da mamãe. Precisa dela para ajudar a cuidar de Michelzinho.

Então, mamãe Norma Tedeschi foi morar bem ao lado. O rico aposentado, atendeu. O que Marcela quer, Marcela consegue. Um luxuoso apartamento, de quatro quartos, foi alugado, ao custo de 30 mil reais mês. Só de aluguel, para mamãe e irmã de Marcela.

52 serviçais para Michelzinho se sentir bem e Marcela ficar bela

A turma aumentando, é preciso mais serviçais. Então, o abastado aposentado alugou outro imóvel, também no luxuoso bairro.

É a casa de apoio. O enorme casarão, alugado por 80 mil por mês, abriga 52 empregados, incluindo guarda-costas de elite. Nada, nada mal para um aposentado que apregoa austeridade. Lembrando que esses batalhões comem e bebem. De montão e tudo na conta do velho aposentado?

Agora, tudo em casa. Cabeleireiro é nada, perto do tudo

Marcela a mamãe cansaram-se de sair todos os dias para as revisões e manutenções. Manicure, tratamentos faciais, cabelos, maquiagem, depilação, massagista, cabeleireiro, foram contratados para servirem em casa as madames. Assim, elas evitam a fadiga e podem melhor cuidar de Michelzinho.

Resultado de imagem para casa michel temer sp
Casinha do casal – R$ 10 milhões

Compras, compras, compras. Aos 33 anos, a primeira-dama precisa de um hobby. E o dela é gastar. Compras, compras, compras. Para ela, Michelzinho, mamãe, irmãs. Portanto, shoppings e boutiques pelo menos três vezes por semana. Se prolongado, mais longe. Nova Iorque, Miami, são alguns dos lugares preferidos. Viagem de primeira classe. Para todos, além de parentes próximos. Uma farra. Michelzinho adora.

Vovó de Michelzinho adora plásticas

Ah,claro. Para combinar, plásticas. Muitas cirurgias plásticas. Mamãe, vovó de Michelzinho, adora e divulga tudo pelas redes. É bem sirigaita. Michel paga. Sua aposentadoria é da pesada mesmo! Ou a sua coleção de aposentadorias.

E o dinheiro que a maninha ia faturar peladona na Playboy? Ah, esqueça. O aposentado pagou por fora e a moça desistiu. Por enquanto.

michel pturar
Todo mundo se esbaldando em Nova Iorque. Comprinhas básicas.
Viagem de primeira classe. Ah, não tem guilhotina mesmo…

Às vezes é preciso discrição. Aquela vontade de ficar a sós com o maridão aposentado, 42 anos mais velho. O que fazer?

Vá até o restaurante mais caro de São Paulo, o Antiquarius. Bota todo mundo pra fora. Pronto, um belo e caríssimo restaurante só para o casal de pombinhos. Além, apenas os serviçais do restaurante e os seguranças espalhados em todos os cantos.

Pagar por tudo isso não é problema. Afinal, o pai de Michelzinho tem uma bela aposentadoria. Nem se importa com os cartões de crédito corporativo, ilimitados e secretos.

Babás para o cachorrinho do Michelzinho

Como vida de madame não é fácil, terceirizou o passeio do cachorrinho. Equipe de tratadores foi contratada para cuidar e passear com o lindo Golden Retriever, Thor. Certamente o cãozinho de Michelzinho. Aquele, que aos 7 anos já acumula patrimônio, só em imóveis, superior aos dois milhões de reais. Um pródigo.

Gastança no Palácio do paladino da probidade

Mas a bela recatada, por compromissos com o aposentado, precisou ir para Brasília. Naqueles tempos, em que podia fazer suas artes mais discretamente.

__Neste palácio? Jaburu? Nem mooortaaa!. Mamãe e Michelzinho detestaram a piscina, a decoração… Só vou se reformar tudo.

Pedido de madame é uma ordem. Marcela quer, Marcela tem. E lá se foram milhões e milhões do nosso dinheiro para colocar o Palácio ao gosto de Michelzinho, a recatada e vovó.

Esqueci do estilista e do dermatologista particulares? Então, anotem aí. Exclusivos. Ter uma boa aposentadoria é tudo.

Como tudo começou

É nos minutos enfadonhos de limpeza e cuidados com a pele que a madame, bela e recatada, relembra… 

https://depatavium.files.wordpress.com/2018/12/b859b-dolarCASASem2Bt25C325ADtulo.png

Dá uma olhada em seu currículo …  “recepcionista” e “concurso de beleza”. Daí, para virar uma bela, recatada e do lar Primeira-Dama, foi um pulo. Tudo passou tão rápido…

…Tem 14 anos. Foi em 2002. Aos 19 anos e a vidinha em sua cidade natal de Paulínia, interior de São Paulo, se limitava a imitar xuxa e disputar vaidades com as coleguinhas.

De repente, tudo mudou. O príncipe encantado apareceu como mágica num evento dos politiquinhos do local.

A vice-miss e o velho aposentado

Ostentando o título de vice-miss de Paulínia, foi apresentada a um velho aposentado desde os 55 anos. Era Michael Temer. Afinal, politiquinhos adoram conhecer moçoilas novas e bonitas. O príncipe (das trevas), era o convidado de honra e merecia o melhor.

Ao lado do titio, foi até ao convidado de honra pedir para tirar uma foto ao seu lado. Ganhou mais. O número do telefone pessoal da excelência.

Alôzinho aqui, alôzinho ali… e-mails aqui e ali. Pronto. O amor desabrochou. Floresceu. Cresceu. Deu frutos. Michelzinho não demorou a chegar.Dias depois, Marcela enviou um e-mail para o escritório de Temer, que transmitiu a ele por fax – e romance desabrochou.

Primeiro encontro, mamãe foi junto, com as farras das passagens

Primeiro encontro. Mamãe foi junto. Filhinha nunca viajou de avião. Precisa companhia, também. 

Um ano depois… Altar. Pra poucos. Apenas 20 convidados. Era preciso manter segredo. Menina de 20 anos e um príncipe aposentado há sete anos, de 62. Discrição. A noiva, 10 anos mais jovem do que o filho caçula do aposentado.

michelSem título
Marcela quando conheceu o príncipe das trevas Desde então, talento especial para torrar dinheiro público

O papai da noiva, Carlos Araújo – agora separado da mamãe – achava que não era preciso. Pois estavam era com inveja, só porque sua filha casou com um aposentado. 

Além do que, o currículo de Marcela ganhou mais um item. Mulher de politiquinho. Quer melhor? Recepcionista; vice-miss, mulher de politiquinho; vice-primeira-dama e… pá! Primeira-Dama. Vice bela, vice-recatada, do lar.

Fotos picantes e desfiles de joias em evento oficial

Houve ainda vários episódios. Como aquele que um gaiato tentou vender fotos picantes da primeira-dama, ainda nos tempos de Paulina. O prestígio do aposentado precoce falou mais alto. A polícia rapidinho encontrou o chantagista e tudo ficou por isso mesmo. Esqueçam. E esquecido ficou.

Para reforçar os ganhames do aposentado, ele bolou um plano, executado pela ex-vice-miss.

https://depatavium.files.wordpress.com/2018/12/91219-MAMACapturar.jpg
Mamãe, vovó de Michelzinho, adora se mostrar na WEB. Conta tudo.

Na conferência da ONU, vendendo joias por até 50 mil

Na conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável em 2012, o casal aproveitou para faturar por fora. Realizou um desfile de joias para as esposas dos líderes de vários países. Peças preciosas de até 50 mil reais cada.

O aposentado manteve-se discreto, claro. Isso é coisa de mulher… Eu não tenho nada com isso. Só forneci o avião, o transporte, a liberdade alfandegária, os hotéis, restaurantes, regabofes, desfiles, as joias. O resto é com ela. Ah, tudo às custa dos brasileiros que estão precisando de um pacotaço de maldades para aprenderem a não gastar tanto e sobrar mais pra Michelzinho. 

Marcela, Maria Antonieta; Temer, Luís XVI. Só nos falta uma guilhotina

Marcela Temer é comparada à rainha francesa Maria Antonieta, cujos hábitos extravagantes, de luxo e riqueza, contrastavam com a miséria do povo francês. A bela, recatada, e do lar, a Maria Antonieta dos trópicos. Ele, treme temer, o Luiz XVI com cartão de crédito ilimitado e pago pelo populacho

Jornais europeus, como o suíço Tagesanzeiger, comparam o casal ao rei e à rainha da França que geraram a queda da Bastilha.

https://depatavium.files.wordpress.com/2018/12/58897-CASASem2Bt25C325ADtulo.png

Maria Antonieta era a mulher de Luís XVI aos 14 anos. E foi uma festa. Gastança sem limites desde então, enquanto o povo era empacotado. Arrochado. Morria de fome.

No dia 14 de julho de 1789, cansados dos pacotes e da farra palaciana. Fartos por não terem para comer nem o pão que o diabo amassou e ainda ouvindo desaforos da rainha (Se não têm pão, que comam brioches), a população perdeu a paciência e pôs abaixo a Bastilha (masmorra exclusiva para os ‘inimigos do reino’).

Luiz XVI que, mesmo sem cartão de crédito corporativo, ilimitado, com gastos em segredo, não conseguia conter os gastos astronômicos da esposa, perdeu, literalmente, a cabeça. Foi guilhotinado. Nove meses depois Maria Antonieta encontrou o mesmo destino. Não tinha mais onde colocar tantos colares. Cabeça para um lado, corpo pro outro.

Trecho da reportagem do jornal suíço – “A Maria Antonieta brasileira

A nova primeira-dama Marcela Temer gasta com prazer o dinheiro dos outros. Ela ocupa em sua residência mais de 50 empregados. Às custa do assolado contribuinte.

Marcela Temer foi descrita por uma revista como “bela, recatada e do lar”. E isso foi entendido como elogio.

(…)

Marcela escolheu o caminho mais rápido para subir: ela casou-se com um homem branco, grisalho e rico. (…);

Administrar um país é como administrar um lar?

O golpista golpeado usa a expressão responsabilidade com o dinheiro público. “Quem já viveu em casa situação de descontrole de gastos, sabe que ele leva ao ’’desespero’’, repete o velho aposentado.

Como estratégia de propaganda, além de compras de opinião, colunistas, jornalistas, jornais, blogs, blogueiros, a propaganda diz que o dinheiro público não é ilimitado e que ’’cada centavo que o governo gasta é do cidadão’’.

Esqueceu-se de dizer que, ao contrário dele e da bela, recata, do lar, perdulária Maria Antonieta, digo, Marcela, o PAÍS NÃO POSSUI CARTÃO de CRÉDITO com GASTOS ILIMITADOS e secretos.

E há quem ataque os ainda poucos que querem derrubar a nossa BASTILHA… Difícil saber quem finge e mente mais. O baú golpista ou a sua golpista do baú. O Rei ou a sua Maria Antonieta.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s